Benefícios importantes da água mineral.

Certamente desde crianças ouvimos todos falando o quanto a água é importante para ajudar a manter todas as funções do organismo reguladas. Assim, temos vários benefícios importantes da água mineral como, por exemplo: ajuda a regular as funções orgânicas, regula a temperatura corporal, auxilia no sistema circulatório, ajuda no metabolismo, contribui no transporte dos nutrientes do sangue, entre outros.

Benefícios importantes da água mineral.

Acima de tudo, a água é de fundamental importância para garantir a saúde de todos e os benefícios importantes da água mineral são fundamentais para poder ajudar o organismo a realizar todas as suas funções necessárias.

Entretanto, as pessoas muitas vezes não conseguem ingerir todos os minerais necessários durante o dia, por isso ingerir água mineral ajuda a complementar alguns minerais necessários para o corpo.  Se todos tiverem este hábito de ingerir mais água, o organismo sofrerá menos com a falta deles e conseguirá realizar todas as suas funções sem haver algum prejuízo para o corpo.

Continuar lendo

A água é importante.

Acima de tudo, a água ajuda a realizar vários processos que acontecem no organismo como, por exemplo: a circulação sanguínea, a hidratação, a digestão, a eliminação de toxinas do organismo, o transporte de alguns tipos de substâncias, ajuda a regular a temperatura do corpo, entre outros. Assim, as pessoas percebem que a água é importante para garantir uma boa saúde.

A água é importante.

O mais importante a se obervar é que a água é o principal componente do nosso corpo e ela representa cerca de 60 a 80% da composição corporal. Desta forma as pessoas precisam colocar na sua rotina diária a ingestão de água na quantidade ideal, pois o corpo precisa muito dela para conseguir manter suas funções em dia e para não causar nenhum dano para a saúde.

Certamente, como as pessoas nos dias de hoje buscam uma melhor qualidade de vida, elas se alimentam de forma mais saudável e acabam ingerindo mais água no dia a dia devido a sua importância. A água é importante, pois ela possui qualidades e características essências para que o organismo funcione de forma adequada.

Continuar lendo

Água para a saúde.

Acima de tudo, cada dia mais as pessoas precisam entender que a água para a saúde é de fundamental importância, pois ela auxilia várias funções do organismo. Assim, a água participa de muitos processos do nosso corpo como, por exemplo: a digestão, hidratação, circulação sanguínea, eliminação de toxinas, entre outros.

Água para a saúde.

Certamente, a água é necessária para garantir a saúde das pessoas, pois ela é o principal componente do corpo e ela representa cerca de 60 a 80% da composição corporal. Outro fator importante é que ela ajuda a regular a temperatura do corpo humano quando a pessoa transpira e assim, esse se tornou um mecanismo que o corpo utiliza para baixar a temperatura quando necessário e deixá-la na medida ideal.

O mais importante é que a água para a saúde é essencial e deve se tornar um hábito diário na vida das pessoas. Ela é responsável por várias funções do corpo humano como, por exemplo: ajuda a manter o organismo e a pele hidratada, auxilia no combater o envelhecimento precoce, ajuda no transporte de vários minerais importantes, elimina as toxinas nocivas do organismo, ajuda na digestão e circulação sanguínea, melhora o funcionamento de alguns órgãos como o coração e rins, é a grande responsável pelo bom funcionamento do metabolismo do corpo, entre outros benefícios.

Continuar lendo

Consumo de água.

Acima de tudo existe um crescimento do consumo de água no nosso país há vários anos de acordo com a Associação Brasileira das Industrias de Águas Minerais (a Abinam). Isso ocorre por dois principais motivos: primeiro que as pessoas estão tendo mais consciência de importância de ingerir mais água no dia a dia para poder usufruir todos os seus benefícios.

Consumo de água.

Além disso, temos como segundo motivo que em muitas cidades a água que é fornecida pelo sistema publica de abastecimento não é tão adequada e assim as pessoas acabam comprando e ingerindo mais água mineral, pois confiam mais nela.

O mais notável é que nos últimos anos o segmento de água mineral vem crescendo muito e é um mercado que merece destaque. Entretanto com o consumo de água aumentando as empresas devem cuidar muito com a forma que armazenam os seus produtos.

Continuar lendo

Benefícios da água mineral.

Em primeiro lugar o consumo de água é de fundamental importância para a saúde de todas as pessoas e cada vez mais se fala dos benefícios da água mineral para o organismo. Ela não serve apenas para necessidades orgânicas, mas sim é necessária para a sobrevivência de todos os seres vivos.

Acima de tudo, são inúmeros os benefícios da água mineral para o corpo, pois ela ajuda a regular as funções orgânicas como a temperatura corporal e sistema circulatório, além de auxiliar no transporte de vários nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo.

Benefícios da água mineral

O mais importante é que cada vez mais as pessoas estão se conscientizando da necessidade de ter uma melhor qualidade de vida e assim, ingerindo mais água mineral para poder aproveitar seus benefícios e qualidades para a saúde. O consumo de água mineral vem aumentando a cada ano e de acordo com os dados da Abinam (Associação Brasileira da Indústria de Águas Minerais) no Brasil esta ocorrendo um aumento em média de 20% ao ano.

Continuar lendo

Consumir mais água durante o dia.

O corpo humano funciona melhor quando consumimos água de forma regular, pois ela te um papel fundamental que é de regular várias funções do organismo e prevenir alguns tipos de doenças, além de deixar o corpo mais bonito. Além disso, a quantidade de água que consumimos tem um papel importante no controle da temperatura corporal e ajuda no bom funcionamento circulatório.

Acima de tudo, consumir mais água durante o dia e em quantidade adequada traz muitos benefícios como: ajuda a facilitar a digestão, aumenta a concentração durante o dia, auxilia a eliminar toxinas do organismo e ainda consegue ajudar a manter a pele mais jovem e bonita. Apesar de todas essas informações importantes muitas pessoas não conseguem consumir o necessário para se manter hidratadas ao longo do dia.

Consumir mais água durante o dia.

O mais notável é que de acordo com a Associação Internacional de Águas Engarrafadas, o Brasil está em quarto lugar no ranking mundial de produtores de água mineral. O consumo de água pelo nosso país esta na frente de grandes países como a Alemanha, Itália, Espanha e França, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China e México. Com esses dados os produtores nacionais de água mineral ficam mais animados, pois o nosso país é um dos que mais cresce neste segmento.

Consequentemente sentir sede durante o dia já é o inicio de um sintoma de desidratação, que infelizmente pode se agravar por diversos fatores como: infecções, febre, diarreia, calor, gravidez, amamentação, idade (crianças e idosos sofrem mais) entre outros. Assim, a melhor maneira de evitar que a pessoa fique desidratada é conseguir consumir mais água durante o dia, além de transformar o ato de beber água em um habito corriqueiro.

Continuar lendo

Água mineral e seus benefícios para a saúde

Resultado de imagem para água mineral na saúde

Nosso organismo é composto por 70% de água, o que faz com que esse elemento seja essencial para a vida e para o bom funcionamento do corpo. A água é necessária para manter nossas funções vitais e a saúde de nossos órgãos internos e para a pele. A água mineral oferece ainda mais benefícios para nossa saúde por conter substâncias que são imprescindíveis para a manutenção do bom funcionamento de nosso corpo.

Só para termos uma ideia básica sobre a importância da água, analise o que ela oferece para a saúde de seu organismo:

  • Nossos rins chegam a possuir 83% de água, enquanto que outros órgãos, como os pulmões, o sangue e o coração têm em torno de 80% do líquido;
  • A água é de extrema importância para nossa digestão e para transportar os nutrientes para as células;
  • A lubrificação dos olhos e das articulações é uma das características oferecidas pela água;
  • Nosso sistema nervoso e a atividade cerebral só é possível pela presença da água em nosso organismo;
  • Além disso, a água é a responsável pelo equilíbrio da temperatura corporal.

Água mineral: essencial para a manutenção da saúde

Consumimos entre 2 a 4 litros de água por dia em razão de estarmos eliminando constantemente o líquido de nosso organismo. Assim, por exemplo, apenas com a respiração, perdemos 0,3 litros por dia, em repouso. Se estivermos fazendo exercícios físicos ou se a temperatura ambiente é mais alta, a perda pode chegar a 0,8 litros por hora. Eliminamos a água também pela urina, pela salivação e pela evacuação, o que nos leva a perder 1,5 litro por dia.

Embora a quantidade pareça pouca, nossa saúde começa a correr sérios riscos quando o volume de perda chega a 1% do peso corporal. Nessas condições, entramos no processo de desidratação, uma vez que nossos órgãos estão perdendo água e não conseguem manter suas atividades normais.

Por isso, beber água constantemente é uma necessidade tão importante quanto respirar. E, se usarmos água mineral, além de garantir nossa saúde, estamos repondo substâncias que são básicas para melhorar o funcionamento de nossos órgãos.

A falta de água no organismo começa a apresentar os primeiros sintomas da desidratação e, quando isso acontece, um dos principais sintomas é a dor de cabeça. Depois disso, começamos a perder nossa capacidade de concentração, passamos a ter hipertensão, dores nas costas e dificuldade em respirar, entre outros.

Qualquer pessoa pode passar dias, ou mesmo semanas, sem ingerir alimentos sólidos, mas não pode passar mais de dois dias sem beber água, sob o risco de causar sérios danos à sua saúde.

Se usarmos a água mineral, ao mesmo tempo em que estamos cuidando de nossa saúde, podemos oferecer a ela outros benefícios, principalmente quando escolhemos o tipo de água mais adequado às nossas necessidades.

Entre os diversos tipos de água mineral que encontramos, destacamos os seguintes, com seus respectivos benefícios:

  • Água mineral sulfurosa, indicada para problemas de articulação, do aparelho digestivo e para doenças de pele, além de ajudar na cicatrização;
  • Água mineral ferruginosa, a mais adequada para o combate à anemia e para estimular o apetite;
  • Água mineral carbogasosa, que se mostra eficaz contra a hipertensão arterial, servindo para repor a energia e apresentando propriedades diuréticas e digestivas;
  • Água mineral radioativa, que ajuda a dissolver os cálculos renais, melhora a digestão, alivia cólicas estomacais e intestinais e age como calmante;
  • Água mineral alcalina bicarbonatada, com propriedades diuréticas e digestivas, ajudando no tratamento de úlceras estomacais e esofagite;
  • Água mineral magnesiana, que é laxante e ajuda no bom funcionamento do sistema digestivo, embora, em excesso, possa causar diarreia;
  • Água mineral carbônica, servindo para reduzir o apetite e ajudar na hidratação da pele;
  • Água mineral iodetada, indicada para inflamações na faringe, insuficiência da tireoide, reumatismo e problemas hepáticos e renais;
  • Água mineral litinada, um calmante natural proporcionado pelo efeito sedativo do lítio, além de ajudar na depuração do ácido úrico;
  • Água mineral alcalino-terrosa cálcica, que ajuda a repor a falta de cálcio no organismo;
  • Água mineral cloretada, indicada para problemas gastrointestinais.

A água mineral pode ajudar a manter a saúde, ao mesmo tempo em que evita que uma pessoa com os problemas indicados precise utilizar medicamentos ou fazer tratamentos prolongados para seus problemas orgânicos.

Água mineral: qual a melhor para nossa saúde?

Resultado de imagem para água mineral qual a melhor

A água mineral está entre os pouquíssimos alimentos que os médicos liberam totalmente, como acontece com nutricionistas. Isso porque beber água não apresenta qualquer contraindicação.

Mas, quando se trata de água mineral, não pode haver unanimidade: é preciso verificar o rótulo para saber qual é a melhor água para nossa saúde. Dependendo dos minerais presentes, devemos descartar alguns tipos e privilegiar outros.

Esse fato é decorrente principalmente da quantidade de sódio presente na água. A variação que pode haver entre uma marca e outra pode ser muito grande, fornecendo sódio acima daquilo que necessitamos em nosso dia a dia. E a quantidade de sódio pode variar de 3 mg/l até mais de 100 mg/l, ou seja, existe uma diferença que pode chegar a mais de 3.000%.

É importante destacar, no entanto, que nenhuma marca de água mineral presente no mercado apresenta índices de sódio acima dos aceitáveis pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que estabelece o teto máximo de 600 mg/l.

Por que é importante a quantidade de sódio na água mineral?

A análise dos rótulos de água mineral para verificar a quantidade de sódio é importante uma vez que nossa alimentação já apresenta grande quantidade desse mineral, principalmente em alimentos industrializados.

Quanto menor a quantidade de sódio, mais podemos usar a água para hidratação, que é sua principal finalidade, eliminando o excesso desse mineral e mantendo nosso equilíbrio orgânico.

O excesso de sódio na alimentação provoca retenção de líquidos em nosso organismo e esse excesso pode levar ao aumento da pressão arterial. Em razão disso, os médicos e nutricionistas alertam principalmente quem sofre com hipertensão ou quem tem problemas cardiovasculares e renais, doenças que podem ser potencializadas com o maior consumo de sódio.

E os outros minerais presentes na água?

É evidente, no entanto, que não podemos analisar apenas a quantidade de sódio, mas também de outros minerais e do índice de pH. O pH é o potencial hidrogeniônico, uma escala que mede o nível de acidez da água.

A Associação Americana de Saúde Pública recomenda que o pH tenha uma variação entre 7 e 10, níveis que caracterizam a água neutra ou alcalina.

A água mineral que encontramos à venda pode apresentar uma variação de 5,45, que é uma água considerada ácida, até 9,58, praticamente alcalina integral.

Além do pH e do sódio, devemos dar atenção aos outros minerais presentes na água que encontramos no mercado. Assim podemos saber se estamos consumindo a melhor água para nossa saúde.

A recomendação dos médicos e nutricionistas é que busquemos um equilíbrio entre um bom pH, uma pequena quantidade de sódio e bons níveis dos outros minerais, principalmente o magnésio e o potássio.

Devemos também dar atenção à quantidade mínima dos seguintes minerais: cloreto, vanádio, sulfato, bário, nitrato, zinco e lítio.

Como toda água mineral comercializada apresenta quantidade de sódio abaixo do limite determinado pela Anvisa, é importante lembrar que pessoas hipertensas ou com problemas cardiovasculares e renais procurem água com pouca quantidade desse mineral.

Sódio: é importante tomar apenas a quantidade necessária

A quantidade de sódio e de outros minerais presentes na água mineral é determinada pelo contato que a água mantém com as rochas no subsolo, de onde são captadas. Existem fontes de água que apresentam teores mais altos de sódio, geralmente acima de 20 mg/l, enquanto algumas possuem adição desse mineral, num processo aplicado para equilibrar os outros minerais e o pH.

E acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde, a quantidade de ingestão diária de sódio não pode ultrapassar 2.000 mg por dia. Assim, quanto consumimos um litro de água mineral com 100 mg de sódio, estamos já consumindo pelo menos 5% da quantidade necessária.

No caso de água fornecida pelas companhias de distribuição, a quantidade de sódio também é variável. Havendo qualquer dúvida, é importante entrar em contato com a empresa distribuidora de cada cidade, que tem como dever informar.

No entanto, o ideal é consumir água mineral, analisando com cuidado o rótulo e procurando aquelas que sejam mais adequadas para a manutenção de nossa saúde.

Água mineral para sua melhorar sua saúde

08 água mineral

A água mineral oferece diversos benefícios para a saúde, pois contém uma boa quantidade de nutrientes essenciais para nosso organismo.

A água mineral é uma mistura de diversos minerais, como sódio, magnésio, potássio e cálcio. Se tomada regularmente, ela pode melhorar a saúde de uma maneira geral, reduzindo diversos problemas orgânicos.

Nosso organismo precisa de determinados minerais, considerados essenciais para nosso desenvolvimento, para o crescimento e para o desempenho cerebral. Quando temos deficiência dos minerais, além de não mantermos nossa saúde em ordem, também prejudicamos nossas funções cognitivas, prejudicando nossa atividade profissional, escolar e pessoal.

Vamos apresentar a seguir os principais benefícios da água com minerais para nosso organismo:

1.    A água mineral faz bem para os ossos

Com a presença de cálcio em sua composição, a água mineral ajuda na manutenção de nossos ossos. O cálcio é o mineral mais importante para a formação óssea e o consumo diário de água com minerais ajuda a suplementar a quantidade do mineral em nosso organismo, fortalecendo os ossos, os dentes e as unhas.

2.    A água mineral regula a gordura corporal

O consumo regular de água mineral ajuda a manter o peso, eliminando o excesso de gorduras. Como se trata de um suplemento sem gordura, oferecendo minerais capazes de metabolizar essa substância, a água ajuda a quebrar as gorduras e eliminar o seu excesso.

3.    Água mineral para melhorar a pressão arterial

Quem sofre com problemas de alterações na pressão arterial pode usufruir dos benefícios da água mineral para regular os batimentos cardíacos. A água mineral contém magnésio e cálcio, minerais que estão diretamente envolvidos no processo eletrolítico do nosso organismo, mantendo o equilíbrio do nosso sistema cardiovascular.

4.    Água mineral para doenças cardíacas

Como a água mineral consegue metabolizar a gordura em excesso, também a produção de colesterol ruim é reduzida com o consumo desse líquido. Essa condição garante a manutenção da saúde cardiovascular, já que não há colesterol ruim suficiente para entupir os vasos sanguíneos.

O uso regular de água mineral reduz a pressão arterial e os riscos de ataques cardíacos em pacientes com problemas cardiovasculares, reabrindo as vias capilares bloqueadas.

5.    Água mineral contra a acidez estomacal

Uma das substâncias presentes na água com minerais são os sulfatos, que são catalizadores para o pâncreas, ajudando a produzir as enzimas digestivas, como é o caso das lipases e amilases. As enzimas ajudam a aliviar os problemas de inchaço e constipação, reduzindo a coagulação de toxinas no duodeno e nos intestinos. Assim, nosso sistema digestivo passa a ter melhor funcionamento, eliminando a acidez estomacal.

6.    Água mineral para a massa muscular

O magnésio e o potássio, presentes na água mineral, são necessários para o crescimento e manutenção de nossa massa muscular. Os minerais ajudam a manter a taxa de resposta muscular, trazendo maior flexibilidade, aumentando o estado de alerta físico e trazendo sensação de bem-estar.

7.    Água mineral para a memória

O potássio é um mineral necessário para a memória, funcionando como um ativador do eletrólito no cérebro. A água mineral é uma das melhores opções para ajudar a manter a memória e a concentração, aumentando o estado de alerta mental e aumentando nosso poder de uso do cérebro.

8.    Água mineral para manter a pele jovem

Entre os minerais presentes na água mineral está a sílica, que é o segredo natural para manter uma pele bonita e saudável. A sílica ajuda na produção de colágeno, reduzindo a quantidade de rugas, de manchas e marcas de expressão.

9.    Água mineral para reduzir a artrite

Os minerais ativos e compostos da água mineral se transformam num excelente remédio contra as inflamações e dores provocadas pela artrite. Os benefícios anti-inflamatórios da água mineral também ajudam a reduzir o inchaço nas articulações provocadas por desordens degenerativas ósseas mais graves.

Os diversos tipos de água encontradas na natureza

05 Tipos de água

Sempre nos referimos à água como àquela que usamos para nossa higiene, para matar nossa sede ou para a preparação de nossos alimentos. No entanto, a natureza apresenta diversos tipos de água e cada uma possui sua peculiaridade e sua utilidade.

A água pode ser classificada de acordo com sua salinidade, sendo dividida nos tipos de água doce, salobra ou salgada.

A água doce é aquela que apresenta menor quantidade de cloreto de sódio (sal), sendo chamada de “doce” simplesmente por não apresentar sal e não por conter açúcar. Desta forma, apesar do termo utilizado, ela é a água que usamos comumente, encontrando-se disponível nos rios, nos lagos e em muitas reservas subterrâneas. Mesmo sendo a mais utilizada, a água doce representa apenas 2,5% do total de água existente no planeta.

Por sua vez, a água salgada, está entre os tipos de água com maior quantidade na Terra, com 97,5% de todo o volume presente, é a água rica em sais dissolvidos, contendo principalmente cloreto de sódio e não servindo para uso humano ou animal.

Por último, podemos encontrar a água salobra, que possui características intermediárias, apresentando determinada quantidade de sais dissolvidos, tendo maior quantidade do que a água doce e menor do que a salgada, sendo mais comum nas áreas de mangue, no litoral, onde os rios encontram o mar.

A água salobra também pode ser encontrada em poços subterrâneos. Muitas vezes, ao perfurar um poço artesiano, encontramos a presença de contaminantes indesejáveis na água, como sais minerais ou microrganismos que tornam a água imprópria para uso.

Antes, ao descobrir um poço de água salobra, a atitude mais comum era lacra-lo, arcando com os prejuízos da mão de obra e da utilização de equipamentos. Um poço de água salobra sempre representava prejuízos, tanto para o responsável pela perfuração quanto para o cliente que solicitou o poço.

Contudo, com as recentes tecnologias para tratamento de água, é possível remover os mais diversos contaminantes e tornar a água salobra em água pura, potável, pronta para ser usada em todas as necessidades.

O tratamento de água salobra aplicado pode remover a dureza, o ferro, fluoretos e cloretos da água, tornando-a potável e até possibilitando seu uso para aplicações mais exigentes, como uso em processos produtivos industriais, para uso na indústria farmacêutica, para a hemodiálise e muitos outros.

As mais leves contaminações de ferro e de outros minerais podem ser tratadas, conforme as necessidades de utilização da água, desde tratamentos simples a partir da dosagem de determinados produtos, até os tratamento mais complexos.

O tratamento da água salobra utilizam equipamentos de osmose reversa, ou dessalinizadores, permitindo conseguir água de alta qualidade, com pureza superior a 97% a custos abaixo de um real por metro cúbico de água tratada.

Outros tipos de água

Além da classificação dos tipos de água em apenas três categorias, também podemos considerar uma subclassificação de água, como a potável, a mineral, a destilada e a deionizada.

A água potável é aquele definida como água doce própria para consumo humano e animal, tendo como características principais a ausência de cor, de odor e de sabor, sem a presença de microrganismos patogênicos e contendo alguns importantes minerais naturais.

A água mineral, por seu lado, é dos tipos de água que possuem características físico-químicas especiais, trazendo benefícios ao ser humano, já que são enriquecidas com sais minerais em maior quantidade do que a água potável, sendo, por sua vez, subclassificadas conforme sua composição química, sua fonte e suas propriedades medicinais. Na maior parte das vezes, a água mineral também é potável.

A água destilada é uma água especialmente produzida em laboratórios, através do uso de um destilador, que retira todos os sais presentes na substância, deixando-a totalmente pura, sem a presença de qualquer substância dissolvida. A água destilada é usada em laboratórios, na produção e desenvolvimento de medicamentos e para baterias de veículos. Mesmo sem a presença de sais, pode também ser usada para consumo humano.

A água deionizada é dos tipos de água submetidas a processos para remoção de íons, sendo utilizada em laboratórios de pesquisa, na indústria alimentícia, farmacêutica e eletrônica, entre outras. Apesar de não apresentar substâncias iônicas em sua composição, a água deionizada ainda possui substâncias moleculares.

Em razão de sua utilização e aplicação, também encontramos a água contaminada e a água poluída, dois tipos de água que surgiram em razão da falta de conscientização sobre a necessidade de preservação desse importante recurso natural

A água poluída apresenta modificações em suas características químicas e físicas, sendo alterada por substâncias produzidas por uso humano ou industrial, enquanto que a água contaminada possui em sua composição organismos e substâncias que podem provocar ou transmitir doenças, não devendo ser consumidas, já que colocam em risco a vida humana.