Quais são os riscos de reutilizar garrafa de água?

Quais são os riscos de reutilizar garrafa de água

conversamos por aqui o quanto consumir água mineral pode ser benéfico para a sua saúde, da mesma forma em que comentamos os cuidados que as empresas que trabalham com este produto precisam ter para estar em dia com o rígido controle de qualidade. Seja a água mineral extraída de mananciais cristalinos, seja de fontes artificiais.

E é inevitável falar no assunto água sem entrar em detalhes quanto a sustentabilidade do planeta e o quanto é importante manter intacto os rios e mares, mesmo que não se trate de água potável (mas que pode vir a ser um dia).

Não apenas a não poluição da água que devemos dar atenção quando o assunto sustentabilidade entra em pauta, mas tudo o que estiver relacionado quando falamos em preservar o planeta.

Este assunto pode abrir brecha para discussão em muitos posts, mas o assunto que trataremos hoje ainda é em relação a água mineral. Principalmente no que diz respeito às garrafinhas de água mineral e quanto ao seu uso e reuso.

Pensando em ajudar o planeta e também o seu bolso, uma atitude economicamente aceita é quando você compra uma garrafa de água mineral, a tendência é que você reaproveite a embalagem para continuar bebendo água no seu dia a dia. Num primeiro momento você acha isso aceitável, mas sabia que, segundo especialistas, isso pode ocasionar danos à sua saúde?

Além disso, as garrafas de plástico, com o passar dos anos, acabaram se tornando um grande problema quando envolve questões ambientais. Quando descartadas ao ar livre na natureza, acabam gerando dificuldades quando ao lixo e até prejudicando a fauna e a flora. Vale lembrar que o plástico leva mais de 450 anos para se decompor, some nesse meio tempo a quantidade de embalagens desse material que você encontrar por aí.

Outra questão relevante nesse processo é o fato de que o material que compõe as embalagens da água mineral que você consome são produzidas a partir do petróleo, ou seja, uma fonte não renovável na natureza, por isso, o longo tempo na decomposição. Outro detalhe é que dificilmente quando expostas ao meio ambiente são recolhidas e destinadas à reciclagem, como deveria ser.

Voltando ao assunto principal dessa postagem, as garrafas de plásticos não são aptas para serem reutilizadas, visto que, as próprias marcas indicam isso nas embalagens, com orientações do tipo “Descarte em um lixo mais próximo após o uso”.

Mas então qual seria o principal problema em ficar as reutilizando? Contaminação bacteriana seria a resposta. Vale lembrar que quando você enche a garrafinha com água novamente, internamente ela se mantém úmida e fechada, um ambiente propício para a procriação de bactérias, visto que tem bastante contato com a boca e mãos.

Outro detalhe é que lavar a embalagem da garrafa plástica também não resolve o problema da infestação de bactérias no material. Isso por conta de outro componente das embalagens, o Bisfenol A (BPA), substância presente na composição dos plásticos produzidos com policarbonato. Quando o ser humano utiliza por muito tempo a mesma garrafa plástica, podem acontecer casos dessa substância entrar no organismo e quando estas embalagens são limpas com água quente, por exemplo, faz com que este composto se desprenda mais facilmente do plástico, contaminando a água que você bebe. A concentração dessa e outras substâncias que estão presentes na composição do plástico podem causar problemas hormonais quando absorvidos pelo nosso organismo.

Opte por outros tipos de embalagens
Caso você não tenha parado para pensar, existem outras opções bastante práticas para que você não precise reutilizar garrafas de plástico e coloque a sua saúde em risco. Algumas sugestões bastante práticas que o ajudará a cuidar da sua saúde e também a preservar o meio ambiente. Como por exemplo:

  • Garrafas de vidro: além de não conter as substâncias presentes na composição do plástico, o vidro ajuda o líquido a permanecer mais próximo da temperatura ambiente, além de conserva-lo refrescante da maneira que o seu corpo precisa;
  • Garrafas de aço inoxidável: além de ter uma vida útil muito maior quando comparado ao plástico, as garrafas de aço inox contem com uma infinidade de vantagens. Eliminando o risco de intoxicação por compostos químicos, como no caso do plástico. Outra vantagem é que são mais higiênicas, com a possibilidade de serem lavas em máquinas de lavar louça. Porém, elas absorvem mais rapidamente a temperatura ambiente, não ficando do jeito que você gostaria que estivem em dias muito quentes, por exemplo.
  • Garrafas com plástico polipropileno: caso você precise mesmo optar por garrafas de plástico, lembre-se de optar pelas de polipropileno, que na maioria dos casos possuem uma aparência branca.

Lembre-se: para ajudar para que você fique longe do contato com bactérias, lave bem e seque bem as garrafas antes de reutilizar, ajudando, desta forma, a cuidar da sua saúde.

Preservando o planeta
Com tudo o que foi conversado nessa postagem, além de não ser benéfico à sua saúde reutilizar as garrafas de plástico para beber água, quando for descarta-las, lembre-se de encaminha-las para a reciclagem no ponto de coleta mais próximo de você!

    SOLICITE UM ORÇAMENTO

    Para solicitar um orçamento, preencha os campos.
    Retornaremos prontamente.